Desde novembro do ano passado eu vinha fazendo indicações mensais de livros na minha fanpage. Agora que estou com o blog, passarei a fazê-las por aqui. A primeira indicação é o surpreendente e apaixonante Abridores de Letras de Pernambuco, da editora Blucher. O livro, cujos autores são Fátima Finizola, Solange Coutinho e Damião Santana, é fruto de uma pesquisa visual realizada a partir dos programas de mestrado e doutorado da Universidade Federal de Pernambuco.

Capa do livro Abridores de Letras de Pernambuco.

O objetivo principal do projeto de pesquisa desenvolvido, descrito neste livro, foi realizar um mapeamento e análise da produção de letreiramentos populares e da profissão do pintor letrista em Pernambuco, por meio do estudo comparativo entre as paisagens urbanas das cidades do Recife, de Gravatá, Caruaru, Arcoverde, Salgueiro e Petrolina.

O livro é dividido em cinco capítulos:

  • Introdução: faz uma apresentação do tema, incluindo a produção informal do design e a pintura de letras.
  • Abridores de letras: o meu preferido, trás a biografia de vários artistas das seis cidades visitadas, mostrando o trabalho de cada um e suas peculiaridades.
  • Um Olhar Tipográfico: neste capítulo a pesquisa se propõe em fazer uma parametrização dos trabalhos registrado, estabelecendo padrões e classificações para eles.
  • Aspectos Técnicos: como o próprio nome diz, ele apresenta os materiais e técnicas utilizadas pelos artistas que foram pesquisados, exemplificando passo-a-passo os processos mais comuns.
  • Considerações Finais: o encerramento do livro, com as considerações sobre a pesquisa e seu resultado.
Capítulo 3 – Um Olhar Tipográfico.

Apesar de ser o resultado de uma pesquisa acadêmica, a leitura do livro é bem leve e prazerosa. Possui muitas imagens coloridas – de fotos históricas até o trabalho dos artistas pesquisados. Particularmente, achei o seu projeto gráfico lindo! Para quem gosta de design editorial, ainda que não se interesse muito pelo tema do livro, é um prato cheio.

Para os apaixonados por letras, o livro não trás um grande acréscimo em termos práticos (como os livros que trazem instruções sobre caligrafia ou lettering), até porque não se propõe a isso. No entanto, as histórias dos abridores de letras (assim são chamados os artistas que pintam letras em Pernambuco) são inspiradoras, e o capítulo de “aspectos técnicos” nos dá uma boa noção sobre materiais a serem usados e a aplicação deles.

Enxergar o vernacular é enxergar o invisível. É olhar para algo comum e se apaixonar. (Tibor Kalman)

Páginas internas do livro Abridores de Letras de Pernambuco.

Espero que, assim como eu, você possa ser surpreendido por esse livro fantástico! Você pode encontrá-lo no site da Editora Blucher ou em sites de livrarias. A média de preço é de R$50,00 a R$70,00, o que na minha opinião não é caro, tendo em vista a qualidade da publicação.


Se tiverem indicações de livros para fazer ou quiserem comentar sobre esse livro, utilizem o espaço abaixo. Será um prazer trocar ideias e experiências com vocês 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *